Faltas Injustificadas no regime CLT

A falta sem justificativa ou Injustificada, pode ser um grande problema para o colaborador.

[Faltas Injustificadas no regime CLT]
Faltas Injustificadas no regime CLT

Quando o empregado falta no serviço sem um motivo justo (dentro do que é previsto em lei), poderá ocorrer diversas punições, conforme enumeradas abaixo:

Será descontado um dia de trabalho na folha de pagamento;

Consequentemente, devido a falta, o mesmo terá o desconto do Descanso Semanal Remunerado (Domingo);

Os dias de descansos das férias também podem ser comprometidos, conforme tabela abaixo:

A cada Período Aquisitivo Normal de 12 meses
Número de Faltas Número de dias de férias que o empregado terá direito
Até 05 faltas no período 30 dias corridos de férias
De 06 a 14 faltas no período 24 dias corridos de férias
De 15 a 23 faltas no período 18 dias corridos de férias
De 24 a 32 faltas no período 12 dias corridos de férias
Acima de 32 faltas no período O empregado perde o direito às férias

Poderá receber Advertência verbal ou escrita;

Caso a ocorrências se repitam, o empregador poderá aplicar a suspensão de até 30 dias, sabendo que o colaborador não receberá o salário correspondente aos 30 dias de suspensão e

Caso o empregador tenha testemunhas e provas suficientes, poderá rescindir o contrato, aplicando a justa causa.

Observação:

Para o empregador que muita das vezes são vítima de pessoas de má índole, é importante, que o empregador tenha o Regulamento Interno e esclareça verbalmente na contratação, solicitando a assinatura para confirmação da ciência do colaborador, quanto as regras e diretrizes estabelecidas. Também é importante ter provas para justificar as punições realizadas.

Para o empregado que em alguns dos casos são injustiçados, é necessário que tenha provas como áudios, se possível filmagens ou e-mails, além das testemunhas, para que tenha causa ganha.

Gostou do post? Comenta aí!


[Envie seu Orçamento pelo WhatsApp]
Envie seu Orçamento pelo WhatsApp